Entrevista com Dark Mirror Ov Tragedy

entrevista - 05.06.2010 17:40

Entrevista com a banda de symphonic black metal Dark Mirror Ov Tragedy

Poderiam se apresentar?

Dark Mirror Ov Tragedy: Nós somos a banda de dark symphonic metal Dark Mirror Ov Tragedy. Nossa música é amplamente bela, poderosa, intensa e perturbada.

Por que escolheram o nome Dark Mirror Ov Tragedy? Quem deu a ideia?

Dark Mirror Ov Tragedy: A ideia foi uma coincidência que surgiu a partir das imagens refletidas no espelho escuro que Nostradamus usava para suas profecias. A imagem no espelho era cheia de tragédia, significando que nossa realidade e futuro na verdade não são tão promissores ou positivos como pensamos.

Como vocês se conheceram e formaram a banda?

Dark Mirror Ov Tragedy: Nós formamos a banda em 2003. Muitos membros foram substituidos e eventualmente chegamos na formação atual. Foi fácil procurar por novos membros graças ao impressionante sistema de internet da Coreia. Gash e eu nos conhecemos como veterano e calouro na faculdade e criamos a banda. Confyverse e Senyt eram de outra banda mas entraram para a nossa um pouco depois.

Outros membros, inclusive o Reverof, nós conhecemos na internet.

Como vocês descobriram esse gênero musical? Houve algum artista em particular que os influenciou a seguir esse metal sinfônico?

Dark Mirror Ov Tragedy: A Coreia é uma terra escaça para o metal. É inacreditavelmente difícil crescer ouvindo boa música metal. Mas eu comprei os 2ºs álbuns do Thy Serpent e do Emperor em uma loja de CD qualquer, e aos poucos fui viciando na música.

Antes disso eu me interessava por art-rock, heavy metal e música clássica. Acredito que esses gostos se misturaram e se tornaram a música que tocamos hoje.

No começo era difícil conciliar trabalho ou estudos com a banda? Como vocês superaram isso?

Dark Mirror Ov Tragedy: Sempre foi muito difícil mas nunca pensamos em desistir. Eu era um estudante quando formei a banda e agora eu trabalho. Nenhuma das minhas crenças mudou desde que eu era um estudante. Pelo fato de todos os membros realmente amarem música, isso toca nossos corações e, como a vida muda através da música, acreditamos que temos uma responsabilidade de fazer com que as pessoas saibam de nossos sentimentos.

O que quer que recebamos das pessoas, é justo que devolvamos para elas. Acho que esse é o motivo pelo qual diversos músicos tocam suas músicas.

Grande parte da música coreana a qual somos expostos no ocidente é música pop, então muita gente não espera que haja uma grande cena black metal na Coreia. É este o caso? Qual a reação do público à sua música na Coreia?

Dark Mirror Ov Tragedy: Honestamente, é nada mais do que m*rda. Seria melhor se as pessoas fossem mais ativas, mas eles não conhecem nossa banda. Não há lugar para uma banda de metal se firmar na Coreia. Nunca nos foi dada uma chance. Eu venho escrevendo várias músicas há uma década e já faz 6 anos que nossa banda começou a tocar, mas durante esse tempo houve apenas algumas poucas bandas novas, provavelmente menos que 10 bandas (de metal extremo), e na maioria das vezes em shows a nossa é a mais nova entre as outras bandas de metal.

Mas enfim, apesar de não serem muitos, nós recebemos a energia de nossos fãs e conseguimos continuar com nossa música.

Vocês parecem ser melhor conhecidos como banda ao vivo na Coreia. Como é um show do Dark Mirror Ov Tragedy? Como o público reage à sua música?

Dark Mirror Ov Tragedy: Digamos que os coreanos são um dos públicos mais loucos do mundo, mas isso só acontece com bandas internacionais ou major.

Nós sabemos que nossa música não é do tipo que faz as pessoas se agitarem loucamente. Eu não acho que ver as pessoas se revoltando na pista é sempre a melhor reação.

Ao invés disso, acreditamos que uma música que entre no coração das pessoas é uma música boa de verdade. Acredite ou não, há muitos fãs coreanos curtindo a música quietamente e comprando nossos CDs em seu caminho para casa. Além disso, muitas pessoas expressam seu carinho no nosso fórum online. Realmente apreciamos o amor e carinho deles.

Na Europa, em particular, houve muita negativa em relação à cena black metal e cena metal em geral devido a certos eventos que ocorreram. (Por exemplo, as igrejas queimadas na Noruega e o assassinato que Varg Vikernes cometeu). De que forma, se é que, vocês defenderiam a cena contra esse tipo de crítica? Quais influências positivas vocês acreditam que a música tenha?

Dark Mirror Ov Tragedy: Eu também gosto de música black metal. Fico impressionado e de fato toco música parecida. Mas realmente é uma droga. Nós sabemos que há algumas bandas zoando os asiáticos em suas músicas e alguns asiáticos que são fanáticos por essas bandas. O que falar para essas pessoas? Bando de idiotas ou o quê?

O que quer que seja, uma vida deve ter dignidade e deve ser respeitada.

Em seu MySpace vocês falam que "coreanizaram" o gênero. O que vocês fizeram para alcançar isso? No que vocês acham que sua música difere do estilo europeu?

Dark Mirror Ov Tragedy: Eu não acho que nossas músicas tenham um estilo coreano único. É mais o estilo DMOT. Meus companheiros de banda e eu tocamos a mais bela, odiável, deprimente e, ao mesmo tempo, positiva música. Mas isso não é completamente nossa música. Mostrar diversas emoções e sentimentos é nosso dever.

Não é que nossa banda seja distinta das bandas europeias, mas cada banda do mundo é diferente dos outros grupos.

Em seu primeiro álbum vocês fizeram uma cover de Nothing Else Matters do Metallica em seu próprio estilo. Por que decidiram gravar essa música? Foi um desafio fazer cover de uma banda tão conhecida?

Dark Mirror Ov Tragedy: Quando estávamos trabalhando em nosso primeiro álbum, nosso diretor de planejamento queria que tivessemos uma música que todo mundo conhecesse porque éramos novatos na época.

Você pode perceber que todas as músicas se encaixam como uma só no decorrer do álbum inteiro. Então tivemos que pegar algo que combinasse com o resto do álbum. Uma das músicas do Metallica, Nothing Else Matters, foi a escolha óbvia. Acho que a música vai de encontro com o que fizemos no nosso segundo álbum. É uma grande música com boas letras que falam sobre a crença de uma pessoa, e possui uma vasta escala que pudemos recriar do nosso jeito. É verdade que a música ficou um pouco diferente da original, mas não vejo isso como algo ruim.

Este álbum foi lançado já há algum tempo, o que a banda tem feito neste intervalo?

Dark Mirror Ov Tragedy: Foi um período tão difícil mas o mesmo tempo importante para a banda e para mim.

A quarta e quinta faixa do álbuns são músicas que escrevi em 1999. Elas foram re-editadas várias vezes nos últimos dez anos e finalmente ficou pronta. Sou muito apegado a essas músicas porque elas meio que representam minha vida musical.

Nós passamos por muitas mudanças de formação enquanto trabalhávamos em nosso segundo álbum. Isso mostra como é difícil manter suas crenças musicais na Coreia. Enquanto isso, a união de nossos membros ficou mais forte.

Como diz o ditado, "há calmaria antes da tempestade". Trabalhando em nosso segundo álbum foi um período em que nos aproximamos ainda mais uns dos outros e encontramos a "cor" e identidade de nossa banda, o que nos torna mais valiosos que outros. Basta ouvir nosso CD.

Que tipo de álbum é o The Pregnant of Despair, seu último álbum?

Dark Mirror Ov Tragedy: Nosso segundo álbum é o mais belo, cruel, doloroso e purificante. Achamos que nossa é a mais avançada do que as outras. Nosso segundo álbum é a prova disso.

O que vocês acharam do processo de criação deste álbum? O que pensam sobre escrever as músicas?

Dark Mirror Ov Tragedy: Depende da música, mas normalmente eu pego a ideia básica e depois nós construímos e desenvolvemos a música inteira enquanto todos os membros tocam juntos. Eu sou apenas o guia do processo todo. As músicas do DMOT pertencem a todos nós e são resultado do trabalho duro de todos os membros.

Há um tema neste álbum? Se sim, pode nos falar um pouco sobre e como ele surgiu?

Dark Mirror Ov Tragedy: Assim como em nosso primeiro álbum, são emoções e sentimentos passados através de nossas músicas, não uma história. Se você possui nosso CD, apenas aperte o play e ouça do começo ao fim sem parar. Você saberá o que quisemos que as pessoas sintam com nossa música.

Há planos para tornar esse lançamento disponível para compra internacional?

Dark Mirror Ov Tragedy: Como eu disse antes, a Coreia não possui uma boa cena musical para o metal. Aposto que a maioria dos músicos concordariam com essa afirmação. Acho que ir para o mercado estrangeiro é uma das formas de manter nossa música. Assim, queremos que mais pessoas ouçam a nossa música. Aliás, nós assinamos um contrato com a Trinity Records em Hong Kong. Acredito que esta é uma boa oportunidade para nossa banda.

Nós seremos a primeira banda no mercado estrangeiro, então abriremos a rota mundial para outros músicos iminentes na Coreia. Este é nosso sonho. Levaremos esta responsabilidade a sério e faremos o nosso melhor para torná-lo real.

Vocês tem algum plano de tocar na Europa ou na América no futuro? Há algum lugar em particular em que vocês gostariam de tocar?

Dark Mirror Ov Tragedy: Se pudéssemos, nós gostariamos de ter um concerto neste exato momento. Mas não temos agenda ou dinheiro para isso. Se tivermos uma chance, tocariamos não importa onde. Se tivéssemos que fazer um empréstimo para a viagem, abraçaríamos a oportunidade mesmo se só houvesse uma pessoa interessada em ouvir nossa música.

Na Eupora há uma aceitação cada vez maior de bandas asiáticas de metal na cena, com bandas como Chthonic, Gallhammer e Sigh alcançando um bom sucesso. O que vocês acham sobre bandas asiáticas finalmente sendo bem sucedidas no ocidente?

Dark Mirror Ov Tragedy: Esta é uma notícia tão inspiradora para nós. Eles são todos músicos ótimos e habilidosos. Nós gostaríamos de parabenizá-los por sua habilidade em tocar, sua paixão e pelo seu grande esforço.

Quais são suas esperanças para o futuro?

Dark Mirror Ov Tragedy: Eu quero tocar minha música até que meus olhos fechem. É o meu sonho. Quero tocar cada vez melhor e ser sempre honesto com a minha música.

Alguma mensagem final para nossos leitores?

Dark Mirror Ov Tragedy: Apesar de sermos um artista tão pequeno na Ásia, nós colocamos todo nosso coração em nosso novo álbum. Estou certo de que muitas pessoas serão atraídas por nossa música e virão aos nossos shows.

Apenas espere e nós, DMOT, estaremos lá. Nós os faremos chorar de alegria e fazer dele um momento inesquecível. Será como a invasão de um vírus em seu corpo, e é assim que nos comunicamos com o público.

Não se envergonhe das lágrimas que caem de seus olhos.



O KoME gostaria de agradecer ao Dark Mirror Ov Tragedy, Infinity Records e Allan Dayco por tornarem esta entrevista possível.
artistas relacionados
comentários
blog comments powered by Disqus
propagandas
  • Rádio Animix - Em todos os momentos!